man wearing whtie shirt standing in front of subway train

Extravasar e gastar muito na quarentena, pode?

Ao longo do tempo que eu trabalho com planejamento financeiro e investimentos o que eu mais escuto é “Eu não quero virar um robô, eu quero poder chutar o balde as vezes” e eu costumo responder, “Certo, você pode chutar o balde desde que tenha se planejado pra isso caso contrário você chutará três baldes de uma vez e não apenas um”.

Claro que pode, desde que você tenha separado um dinheiro pra isso!

Ao longo do tempo que eu trabalho com planejamento financeiro e investimentos o que eu mais escuto é  “Eu não quero virar um robô, eu quero poder chutar o balde as vezes” e eu costumo responder, “Certo, você pode chutar o balde desde que tenha se planejado pra isso caso contrário você chutará três baldes de uma vez e não apenas um”.

Beleza, mas o eu quero dizer com isso? Eu quero dizer que pra não cortar os nossos maiores prazeres da vida devemos planejar sim uma parte do nosso dinheiro para nossas “extravagâncias”, para aquele negócio que você ama, que te faz bem e que você não pode ficar sem!

Tenho uma cliente que gosta de comprar roupas. Ela diz que adora comprar e montar “lookinhos”. Eu disse: “você pode comprar um “lookinho” todo mês desde que você tenha separado um dinheiro específico pra isso; em um ano inteiro você terá 12 novos looks e ainda assim vai ter dinheiro para construir sua reserva de emergência e porteriormente investir.” E ela me pergunta: “mas como isso”? Eu respondo, planejando!

No caso dela querer muito chutar o balde, basta ela fazer compras trimestrais, juntar 3 baldes e chutar os três baldes num dia só. Vamos supor que era separe 200,00 pra gastar com roupas todo mês, pra chutar o balde. Basta ela juntar o equivalente a três meses de receita e gastar 600,00 num dia só (não entendo muito de preços de roupas mas 600,00 num dia levando em conta que o nosso salário mínimo é de 1000,00) é uma quantia considerável!

O “combinado não sai caro” é uma frase antiga e neste caso quando o dinheiro é seu, você tem que fazer um combinado com você mesmo, com seus planos, metas pessoais ou com seu consultor financeiro. Pense, desenvolva e estude o quanto você pode gastar com aquilo que você ama todo mês sem fazer mal ao seu orçamento mensal e anual.  No começo não é fácil, mas aos poucos você vai ver que faz sentido e caminhará mais tranquilo sem se tornar um robô!

Autor: Thalys Barauna é Especialista em Investimentos certificado pela ANBIMA e consultor financeiro, atua como voluntário da Bem gasto desde 2018.

Newsletter Updates

Enter your email address below to subscribe to our newsletter

Deixar uma resposta