bitcoin

O que é Bitcoin? Entenda de forma simples!

Autor: Rodrigo Gomes de Paula

O objetivo deste artigo é explicar o Bitcoin de forma simples para que você possa saber o necessário para usar essa nova tecnologia para recebimentos e pagamentos.

Você não precisa saber os conceitos técnicos do Bitcoin para começar a usar e nem sobre criptografia, programação e economia!!!

Provavelmente você sabe muito pouco sobre como o dinheiro sai da sua conta e vai parar na conta de outra pessoa quando faz um PIX. Não tem problema, pois você não precisa entender isso para usar o seu dinheiro. Com este artigo, você vai entender o necessário para usar o Bitcoin sem precisar se preocupar com um monte de informação complicada. Vamos nessa!

O que é o Bitcoin?

Bitcoin é um sistema de pagamentos 100% virtual. Isso significa que não existe uma nota de bitcoin por aí. Não existe papel e nem moeda de metal de bitcoin. Todos os bitcoins que existem estão na rede mundial de computadores.

Parece loucura, né? Porém, se você parar para pensar, nem tanto. Hoje em dia, a maioria das pessoas já usa mais dinheiro digital do que de papel. Quando você tem bitcoin em uma carteira virtual no seu celular, é muito parecido com o seu saldo no banco. A diferença é que você nunca vai sacar bitcoins.

Quem criou e quem controla o Bitcoin?

Ao contrário dos tipos de dinheiro que conhecemos, como o real, o dólar, o euro etc, o Bitcoin não precisa de um governo e nem de um banco central para existir. Ele foi criado por um programador anônimo chamado Satoshi Nakamoto, mas ninguém sabe quem ele é no mundo real; isso é muito bom.

Por não haver uma pessoa por trás do Bitcoin, ele acaba não sendo afetado por coisas que atingem o real ou o dólar. Com o Bitcoin, você não precisa se preocupar com o que o presidente vai falar amanhã, ou qual é a nova decisão do congresso e nem se um executivo vai ser demitido. Bitcoin não depende de ninguém.

Por que um bitcoin tem valor?

Você já deve ter visto manchetes sobre o preço do Bitcoin. No dia em que escrevo, está por volta dos 270 mil reais, mas o preço sempre sobe e desce; o motivo é bem simples: quando muitas pessoas querem comprar bitcoins, os vendedores colocam um preço mais alto, mas quando poucas pessoas querem comprar bitcoins, os vendedores precisam baixar o preço.

Por que alguém iria querer um bitcoin se nós temos o real e o dólar que já funcionam?

Como mencionado acima, ninguém controla o Bitcoin. Isso faz com que ele seja algo muito confiável, pois jamais haverá uma pessoa tomando decisões que afetam a moeda. Nenhuma pessoa no mundo pode tomar decisões sobre o que acontece com o bitcoin. Bitcoin é completamente descentralizado.

Por causa disso, existem algumas diferenças e vantagens do Bitcoin em relação às moedas tradicionais. O bitcoin:

  • Não é controlado por ninguém. Portanto, não está sujeito a vontades políticas;
  • É 100% virtual, ou seja, não existem notas ou moedas;
  • Não tem fronteiras. Você pode mandar bitcoin daqui para o Japão agora mesmo em segundos, se quiser;
  • É completamente transparente. Qualquer um pode checar os códigos e as transações;
  • É anônimo. Não exige que você forneça sua identidade para utilizar;
  • É universalmente inclusivo. Qualquer um pode obter bitcoin, pois basta ter um celular ou computador com acesso à internet.

De todos esses pontos, o que mais me chama a atenção hoje é o último. Pelo bitcoin ser universalmente inclusivo, qualquer um pode ter e usar para transacionar, ao contrário do sistema bancária atual, que é bastante exclusivo. Para saber mais sobre isso, clique aqui.

Como o Bitcoin funciona?

O Bitcoin funciona como um livro contábil, onde todas as transferências são registradas de forma permanente. Todos os bitcoins ficam na rede e nunca saem de lá. Cada usuário tem uma chave que dá acesso a essa rede e através desse acesso, você pode enviar ou receber de qualquer outro usuário no mundo. Mais uma vez, basta ter acesso à internet.

Quando alguém transfere bitcoin para outra pessoa, é registrado na rede que o bitcoin saiu do endereço do pagador e foi para o do recebedor. Depois de alguns segundos, a transferência é confirmada pela rede.

Para que a rede continue funcionando, cada transferência tem uma pequena taxa, que é cobrada em bitcoin mesmo e é quase irrisória.

Quem usa Bitcoin hoje?

O Bitcoin hoje, no dia em que escrevo (dia 2 de janeiro de 2022), já é até moeda oficial de um país! No dia 7 de setembro de 2021, El Salvador, país da América Central, adotou o Bitcoin como moeda oficial do país junto com o dólar. O experimento tem sido muito bem sucedido.

Lembra que o sistema bancário pode ser muito exclusivo, enquanto o Bitcoin é universal? Então, em El Salvador, em apenas 4 meses de adoção do Bitcoin, mais pessoas têm uma carteira digital de Bitcoin do que contas bancárias. Para ver mais sobre essa história incrível, clique aqui.

Além disso, aqui no Brasil já existe uma praia Bitcoin! O nome oficial é Bitcoin Beach e ela fica em Jericoacoara, no Ceará. O site deles, que você pode visitar clicando aqui, fala sobre como o Bitcoin foi a solução num lugar esquecido pelos bancos.

E finalmente, para citar uma empresa grande, o Mercado Pago, solução de pagamentos do Mercado Livre, permite que os usuários comprem bitcoins no aplicativo. Obs.: A empresa citada não é recomendação; é apenas um exemplo!

Pronto! Agora você já sabe o mínimo necessário sobre como o Bitcoin funciona. Em breve teremos mais artigos falando sobre como utilizar o bitcoin e também sobre como transacionar com segurança!

Sobre o autor: Rodrigo é voluntário da Bem Gasto, professor de inglês, tradutor e gosta de estudar economia e programação.

Atualizações da newsletter

Digite seu endereço de e-mail a seguir para assinar a nossa newsletter

Deixar uma resposta