mulher-jovem-sentada-mesa-cozinha-fala-sobre-dinheiro-ao-celular.jpg

Falar sobre dinheiro. Vamos?

Autor: Mariana Vignolli

Os brasileiros têm dificuldade de falar sobre dinheiro. Quando analisamos a relação dos brasileiros com o dinheiro percebemos um grande tabu. Nós trabalhamos para ter dinheiro, nosso sustento é graças ao dinheiro, nossos sonhos materiais são conquistados através dele, mas na hora de falar sobre dinheiro esquivamos, achamos desnecessário ou ficamos desconfortáveis.

autora-fala-sobre-dinheiro-com-nota-na-mao.jpeg
Mariana convida você a fazer uma reflexão: e se falássemos mais sobre dinheiro com a família? 

Por isso, mesmo sendo um facilitador, o dinheiro tem um tabu. O tabu sobre o dinheiro é notado quando pessoas evitam falar sobre ele, sentem vergonha em tocar no assunto, não sabem se relacionar com o as contas ou até quando acham esnobe falar sobre isso.

EDUCAÇÃO FINANCEIRA E ENDIVIDAMENTO


Em uma pesquisa, estatísticas confirmam o que falamos ao mostrar a quantidade de pessoas endividadas no Brasil. Dívidas são uma realidade constante. De acordo com a SPC Brasil, em janeiro de 2019 o total de consumidores negativados no Brasil aumentou, atingindo 62,08 milhões de pessoas. Portanto, a cultura de não falar sobre dinheiro em nossas conversas eterniza a falta de educação financeira no geral, refletindo no endividamento brasileiro.

Pessoas endividadas costumam demorar a buscar ajuda, contribuindo para que elas aumentem ainda mais suas dívidas. A bola de neve dos juros só cresce, aumentando a gravidade do problema cada dia mais.


Um exemplo prático é quando pais esclarecem aos filhos que estão em uma situação de endividamento. A consequência é uma tendência de que os filhos se comprometam a contribuir para que a dívida seja quitada. Desta forma, as chances desses filhos se endividarem no futuro é muito menor porque terão a experiência de como cuidar do dinheiro.


Outro exemplo são os casais quando decidem morar juntos, mas não falam sobre dinheiro. Quando ambos não sabem o quanto o outro ganha isso aumenta as chances de um comprometimento de gastos que não sejam capazes. Diante disso, é de se esperar que várias discussões e problemas financeiros sejam o resultado dessa falta de diálogo sobre dinheiro.

Um casal que conversa, que sabe quanto cada um ganha, quanto cada um gasta, quanto cada um pode gastar e que gerencia melhor o dinheiro, evita grande parte dos problemas e deixa o foco nos objetivos individuais e realizações do casal.

A IMPORTÂNCIA DE FALAR SOBRE DINHEIRO NA ATUALIDADE


Desse modo, falar sobre dinheiro é o primeiro passo para uma vida financeira mais saudável. Certamente quanto mais falar sobre dinheiro, mais confortável fica falar sobre ele. Portanto, converse mais sobre o assunto com os seus familiares, amigos e todas as pessoas com as quais você se envolve financeiramente. O ato de trazer o assunto à tona conscientiza como é a nossa relação com o dinheiro e o papel do dele em nossa vida. 

Lembre, o dinheiro tem um papel essencial em sua vida. Para uma vida financeira saudável é preciso falar sobre dinheiro!

Nós, da Bem Gasto, temos como objetivo levar a Educação Financeira para o maior número de pessoas. Trazer a conscientização para as pessoas ao falar sobre dinheiro é uma das formas de alcançarmos esse objetivo.

Seja qual for sua dificuldade em relação ao dinheiro, a Bem Gasto está aqui para te ajudar nessa jornada. Esperamos que o assunto dinheiro esteja mais presente no seu dia a dia e que assim você crie uma melhor relação com ele para obter mais qualidade de vida.

Sobre o autor:
Mariana Vignolli é Analista de Produtos de Investimentos, Business Developer, gosta de dança de salão e é voluntária na Bem Gasto. E também é YouTuber! Visite o canal https://youtube.com/c/MarianaVignolli5


Links usados na pesquisa:

Inadimplência de Pessoas Físicas – CNDL / SPC Brasil – Dados referentes a janeiro de 2019 

https://www.spcbrasil.org.br/wpimprensa/wp-content/uploads/2019/02/An%C3%A1lise-PF_Janeiro_2019.pdf

Newsletter Updates

Enter your email address below to subscribe to our newsletter

Deixar uma resposta